O projeto Tampinha Legal recolheu mais de 200 milhões de tampinhas plásticas, gerando resultados e recursos financeiros para as entidades que participam e recolhem as tampinhas. Atualmente, o Tampinha Legal está presente no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Pernambuco, Distrito Federal e Goiás.

Simara Souza, coordenadora executiva do Tampinha Legal explica “pequenas atitudes diárias, levam a grandes resultados, aprendemos a apagar a luz e a fechar a torneira. Estamos em um momento de aprender a dar o destino adequado a esta matéria-prima que pode ser 100% reciclada. Atingimos valores significativos que provam o quanto a sociedade está mudando o seu comportamento. O Tampinha Legal proporciona sustentabilidade social, ambiental e econômica, caracterizando o processo da Economia Circular”.

Ao todo, já são mais de quatrocentas entidades assistenciais estão aprovadas no programa e 360 toneladas de tampinhas plásticas já foram para á reciclagem. As tampinhas recolhidas, além de se transforarem em recursos financeiros para que as entidades assistenciais possam incrementar seus orçamentos, o plástico retorna para a indústria, como matéria-prima, o que permite a fabricação de diversos artefatos, como vassouras, escovas, prendedores de roupa, baldes, entre outros, economizando energia e água para produção.

Quer saber mais sobre a indústria do plástico? Preencha o nosso formulário para saber mais novidades receber os conteúdos de qualidade do mercado plástico.

Fonte: Plástico Virtual