Tampinha Legal, maior programa socioambiental de caráter educativo em economia circular de iniciativa da indústria de transformação do plástico da América Latina, estará presente no 1º Fórum Nordeste de Economia Circular (FNEC). O evento acontece nos dias 23, 24 e 25 de novembro, na Bahia. Simara Souza, Gerente do Instituto SustenPlást, irá participar de dois painéis, um sobre educação e outro sobre negócios. Na tarde do dia 24 de novembro, a representante do Tampinha Legal participará do painel “Desafios e oportunidades da reutilização do plástico: perspectivas globais e regionais”, no Museu Arte da Bahia. Já no dia 25, Simara fará parte do painel “Educação e sensibilização sobre reutilização: Envolvendo a comunidade na luta contra a poluição”, no Saladearte do Museu. De acordo com Simara, a participação do Tampinha Legal na primeira edição do FNEC, é o resultado de um trabalho que vem sendo realizado há sete anos. “Nos tornamos referência! Estaremos ao lado de grandes nomes da indústria neste 1º FNEC, falando sobre algo que nos enche de orgulho. O case de sucesso do Tampinha Legal explica na prática como a Economia Circular funciona, por isso estamos felizes em participar deste momento histórico para o Nordeste”, destacou.

Sobre os temas de seus dois painéis, Simara ressalta a importância de debater os dois assuntos na Economia Circular. “A educação é a forma primária de ensino e o ser humano precisa ser educado para aprender a não poluir. Deveria ser automático, visto que é o único ser vivo capaz de poluir. Já quando falamos do plástico de forma econômica, trazendo ele para o mundo dos negócios, estamos aplicando a Economia Circular.

 

 

Portal: Revista Ideal